images1

Primeiramente eu estava pensando em escrever sobre a terceira e última parte d’O Hobbit, mas achei o filme tão nhé que desencanei disso. Então resolvi escrever sobre um dos filmes mais divertidos desse ano: Guardiões da Galáxia.

É fato de que o anuncio desse filme pegou todo mundo de surpresa, afinal, os Guardiões da Galáxia são um grupo quase obscuro dentro do universo da Marvel, mesmo sempre tendo alguém para falar “aiiinn mas eu já conhecia eles antes mesmo desse hype todo“. Ok, champs, mas você conhecer não quer dizer que o grupo era bastante conhecido, não é?

Assisti recentemente, em companhia da minha noiva, e tivemos a mesma opinião: que filme divertido! Por ser um grupo obscuro (“aiiinnn eu já conhec… não cara, você não conhecia, ok!) o diretor James Gunn teve a oportunidade de realizar uma boa história, sem pressões de fãs.

Alias, uma dica: assista PG Porn, do James Gunn. Tem no youtube e são engraçados!

Voltando aos Guardiões: como é bom assistir esse filme sem todo aquele hype que estava quando foi lançado. Em tudo quanto é lugar só se via comentários como “o Star Wars da nova geração!” ou “um retorno aos bons filmes de aventura da década de 1980” e por aí vai. Exageros a parte, podemos dizer que o Guardiões conseguiu passar a mesma sensação que o primeiro Homem de Ferro passou, ou seja, um filme em que você percebe que os atores estão realmente gostando de fazer parte daquilo, que eles se divertem e se sentem a vontade naquele papel.

Outra boa impressão do filme são os efeitos especiais. Ao contrário de outros filmes  (cof cof O Hobbit cof cof), você não percebe personagens borrachudos ou inseridos digitalmente, como se fossem retirados de um videogame e colocados no filme. Houve um excelente cuidado nisso.

A escolha dos atores também foi certeira. Chris Patt encarnou bem o papel de um fanfarrão, no melhor estilo Han Solo de ser, além das boas interpretações da Zoe Saldaña e do Dave Bautista. A surpresa foi a interação entre o Rocky (um guaxinim falante) com o Groot (uma árvore que só sabe falar “I am Groot). Tem que ser feito uma comentário aqui: enquanto a DC alegava ser complicado fazer um filme da Mulher-Maravilha, a Marvel colocou um guaxinim usando uma arma e uma arvore descendo a porrada.

The+movie+industry+is+weird_f7ab3e_5020063

Por fim, a trilha sonora. Acertaram a mão na escolha das músicas, com canções feitas durante os anos 1970 e 1980. O acerto foi tão grande, mas tão grande, que tirou Frozen do primeiro lugar na Billboard e ainda fez com que a lançassem em k7! Abaixo você pode ouvir a trilha todo, disponível no Spotify.

De modo geral, Guardiões da Galáxia é um bom filme para te divertir, mas não é o Star Wars da nova geração (infeliz da pessoa que acha isso). Arrisco a dizer que é o segundo melhor filme da Marvel até então, perdendo somente para o primeiro Homem de Ferro.

ps.: A Karen Gillian está no filme, mas no fim das contas, não fede nem cheira.