3afp2

Primeiro gol foi contra. Sofreu contra o Chile. Sete a um contra a Alemanha. Três a zero contra a Holanda. Essa Copa inteira mostrou o que muita gente já sabia: essa seleção brasileira era fraca. Muito fraca.

Porém, existe algo que essa seleção se mostrou boa: em chorar. Choram que é uma beleza! Provavelmente deve ter sido o time que mais derrubou lágrimas em campo. E fora de campo também. Um choro de quem não tinha nenhum tipo de capacidade de estar no maior evento do futebol.

Apesar da tristeza de muita gente, agora seria o momento ideal de parar para repensar todo o futebol brasileiro. Replanejar, modificar as regras, mudar as direções, repensar os campeonatos e todas as questões referentes ao futebol. Mas isso não vai acontecer. Não vai mesmo. Quem está no comando da CBF vai continuar lá. Vamos trocar alguns jogadores, colocar outra comissão técnica, voltar a assistir o Brasileirão, aturar os regionais e por aí vai.

Já a Alemanha mostrou que um momento de crise pode ser a oportunidade perfeita para se repensar e trabalhar para melhorar. Está aí o resultado da Copa provando isso.

É uma pena ver que o Brasil, que já foi potência futebolística, de fazer rivais tremerem diante do nosso uniforme, ficará lembrada como a seleção chorona, criada a leite com pera e ovomaltino.

ps.: o título desse post foi só para sacanear mesmo.