sp2

As últimas manifestações que estão ocorrendo em nosso país me trouxe algumas confirmações e algumas decepções. Vamos primeiro as confirmações:

– A movimentação social que está ocorrendo nas várias camadas existentes é excelente. Finalmente muitas pessoas estão percebendo que os problemas sociais afetam a todos, não somente este ou aquele grupo. Sejam pobres, classe média ou ricos. Claro que este último citado faz questão de ignorar ou passar por cima dos problemas sociais.

– O despreparo das instituições policiais nas manifestações. O que estamos vendo é o modus operandi que ocorre nas periferias atingindo os centros da cidade. Ou seja, o que pode ser novidade para alguns, já é realidade para vários.

– A fraqueza da mídia tradicional em cobrir os eventos. A cada noticia, percebe-se que as redes sociais conseguem apurar melhor os fatos, mostrar as verdadeiras situações e – vejam só – dialogar com ambos os lados.

– Mostrou o que eu sempre falei e muita gente concordava, só que agora a confirmação foi mais forte: Alckmin é um politico babaca e reacionário. Bem, só não enxergava isso quem não queria.

– O ativismo de sofá foi muito importante pois primeiro se começa com um despertar da consciência, depois é que se parte para a ação. As pessoas estão se manifestando, se movimentando. O ativismo de sofá faz a pessoa pensar, a criar um pensamento critico. Ela não compartilha uma foto ou um texto porque achou bonitinho mas sim porque aquilo a incomodou, a fez sair de um ponto.

Agora as decepções:

– A posição do Haddad. Eu apoiei ele nas eleições, mesmo não sendo um eleitor de São Paulo. Eu realmente acreditei que ele estaria trazendo um ar novo para a cidade, que precisa muito. Goste ou não, o que acontece em São Paulo acaba refletindo em várias cidades do interior paulista. Haddad se mostrou como o prefeito que iria dialogar com a população. Porém o que se foi visto é que ele está apenas sendo mais uma batata quase podre naquele saco. Acabou perdendo pontos justamente com as pessoas que o elegeram. Recuperar esses pontos será uma tarefa bem dificil.

– A posição da Dilma. Também apoiei nas eleições. Agora, cadê o posicionamento dela sobre as manifestações? Alias, cadê o posicionamento dela nos vários acontecimentos? A presidenta está omissa demais e isso está se refletindo na sociedade. Se agora fosse uma eleição, tenho cá minhas dúvidas se ela conseguiria se eleger. Talvez consiga, mas com uma vitória bem apertada.

Espero que as pessoas percebam que tudo isso, que está acontecendo em todo o Brasil, não é por causa de 20 centavos. É por causa de todas as desigualdades e problemas que existem. Os 20 centavos foi aquela gotinha que o copo precisava para transbordar.