FarCry3

Quando a gente gosta de algum assunto, a gente sempre procura tirar o máximo possível dele.
Se gosta de música, vive com o seu MP3 Player favorito sempre ao lado e sempre procura músicas, novas ou não, que esteja de acordo com o seu gosto naquele momento.

No meu caso isso acontece com os games.
Claro que eu não tenho poder financeiro pra ficar sempre com os últimos lançamentos à minha disposição.
Recentemente eu comprei o Far Cry 3 e posso dizer que me surpreendi com ele.

Mas se você não conhece sobre o jogo, vou fazer uma pequena introdução:
Você está no papel de Jason Brody que está numa ilha paradisíaca com um grupo de amigos e de repente está no alvo de um grupo de contrabandistas de pessoas.
Tudo que eu falar depois disso, vai tirar a imersão do jogo. (É como se você fosse muito fã de uma série e alguém mete um spoiler na tua cara.)

Eu não joguei o Far Cry 1, nem o Far Cry 2. Então quando comprei esse jogo, comecei com o mínimo de expectativa possível. Mas o que motivou a jogar foi pelo fato desse jogo ser feito pela Ubisoft, que é a responsável de outra série que eu sou fã assumido: Assassin’s Creed.

Ainda sobre o Far Cry 3, posso dizer que ele é altamente imersivo.
É um jogo em Primeira Pessoa (FPS), que tem alguns elementos de RPG e em um mapa envolvente.
Por ser da Ubisoft, eu senti algumas coisas do Assassin’s Creed nele, como a maneira que você vai revelando o mapa e algumas missões furtivas.

No mais, eu indico muito esse jogo e pretendo voltar a escrever sobre ele assim que eu zerar as histórias e fizer 100% das conquistas.

Até o próximo game!