Há tempos eu leio quadrinhos e eu sempre reparo em duas coisas:

1 – deve ventar demais em Gotham City. A capa do Bátima está sempre mexendo, esvoaçante e tal.

2 – Se eu fosse um personagem de gibi, eu provavelmente investiria no ramo da construção civil. Já perceberam o estrago que as lutas sempre causam na cidade? Já pensou no numero de mortes que devem acontecer, mas, principalmente, quantos prédios, ruas, casas e afins são destruidos? Vocês acham que eu estou sendo babaca demais nesse pensamento? Olha a reportagem do G1 me dando razão.

A empresa Kinetic Analysis, especializada em analisar o custo econômico de desastres, taxou em US$ 160 bilhões os danos que teriam representado para Nova York a batalha entre heróis e vilões no filme “Os Vingadores”, informou nesta quarta-feira (9) o site The Hollywood Reporter.

O impacto seria superior ao originado pelos atentados de 11 de setembro de 2001 (US$ 83 bilhões), pelo furacão Katrina (US$ 90 bilhões) ou pelo tsunami do Japão do ano passado (US$ 122 bilhões), mas em termos de catástrofes cinematográficas ainda perdem para as produções de Roland Emmerich.

Ok, eu sei que a reportagem saiu no meio da semana, mas eu somente a vi agora. Mas te falar que sempre pensei nesse fato, da destruição que sempre acontece. E também que andar de bicicleta em Gotham City deve ser um inferno.