Todo mundo que tem carro coloca algum sistema de som nele. Do mais potente ao mais simples. O meu carro tem um simples, o suficiente para ter um som agradável. E nem dá para colocar o som alto demais, pois estoura com facilidade. Não há a necessidade de um som automotivo tão alto. Eu coloco um som que me agrada, logo, são músicas cujas finalidades são me agradar. Não os outros. Podemos dizer que é algo um tanto quanto intimista.

Ouço desde música clássica até podcasts. O que der na tela. Bandas novas ou bandas antigas. Português, inglês, espanhol, tanto faz. Feliz, melancolica, romantica, experimental, instrumental…

Agora, se tem algo que eu realmente não compreendo, me escapa a compreensão, é quando vejo um carro com dois ou mais homens e um funk proibidão sendo executado um tanto mais do que o máximo que as caixas de som conseguem atingir. E nunca há uma mulher junto, são sempre rapazes entre 17-30 anos. E são desses funks realmente pesados, com letras altamente vulgares.

as minas pira na parede sonora

Somente homem, funk proibidão no talo… alguma mulher se sente atraida por essa combinação? Sério?