Seleção Brasileira de Futebol, Copa América 2011, estrelas nos gramados, calo nos nossos olhos. No jogo desta quarta-feira, a Seleção Canarinho fez o dever de casa, mas nada além disto. Gols, sim. Bom futebol, só o básico. Ainda espero por apresentações melhores.

Mano Menezes - Brasil x Equador - Copa America 2011 - 13/07/2011

Para quem acompanha o mundo do futebol, sabe que está acontecendo uma tal de Copa América. Os doze melhores times da América Latina foram reunidos e estão lá, tentando conquistar o título de Campeão das Américas.

Nesta quarta-feira, 13/07, que também foi o Dia do Rock, a Seleção Brasileira de Futebol jogou contra o selecionado do Equador. No grupo em que está o Brasil, o Equador é o time mais fraco. Nossa (não tão nossa assim!) Seleção tinha a obrigação de vencer e convencer, já que tem feito isto ultimamente.

O jogo foi até bonzinho, nada grande coisa. Neymar (que joga no Santos), o merdinha mais badalado dos certames nacionais, jogou menos mal que nas partidas anteriores, não fez mais do que a obrigação (nada mesmo) e marcou dois gols. Dois gols, por sinal, que até minha linda e fofa vovó faria se tivesse a idade dele. Robinho, bom, fez o feijão com arroz, mas continua sem tempero. Alexandre Pato jogou bem, fez o que tinha que fazer, gols. Mas está ainda muito aquém do que jogou nas últimas temporadas, pelo Milan. PH Ganso jogou bem, para mim merece mais espaço que o merdinha do Neymar. O grande destaque do time foi Maicon, um dos melhores laterais direitos que já vi jogar. Por mim, era titular na certa.

No final das contas venceu, 4×2. Mas para mim, não convenceu.

Eu tiraria o Neymar, tranquilo, colocaria o Pato e Fred no ataque, acompanhados de perto por Ganso e Robinho como seus armadores. Manteria o Maicon no lugar do Daniel Alves, que não vem rendendo muito. Dizem que é porquê não teve férias após a temporada européia.

Eu não consigo entender isto. Eu trabalho 11 meses, de segunda à sexta, 9 horas por dia. Mas tenho que manter o rendimento constante todo o tempo. Agora estes jogadores jogam uma ou duas vezes por semana, folgam um ou dois, treinam nos outros três ou quatro dias. Vivem de futebol, de treinar (normalmente em um período só, coisa de quatro horas por dia), jogar e pronto, mais nada!! Como podem reclamar!? Para mim, um bando de manso, isto sim. Quem me dera poder jogar bola cinco dias por semana e ainda ganhar uma barbada por isto. Ah, quem me dera!

Segue aí um vídeo com os “melhores momentos” do jogo. Brasil 4×2 Equador.