Eis que em São Paulo me criam a lei que diz:

“A Prefeitura de São Paulo irá incluir no Cadastro Informativo Municipal (Cadin), cadastro de quem tem dívidas com a administração paulistana, os motoristas que não pagam multas de trânsito. Com isso, o devedor não poderá receber créditos nem fechar convênios ou disputar licitações no governo municipal.

A persistência no Cadin pode levar o motorista para a lista da Dívida Ativa do Município, o que permite que o débito possa ser cobrado na Justiça. A partir daí, o devedor pode ter, inclusive, o nome incluído nos serviços de proteção ao crédito, perdendo, por exemplo, o direito a financiamentos no comércio.”

Fonte: http://pqp.vc/32ev

Lógico, a reação da maioria dos “cidadãos” foi de: Absurdo! Que empáfia! É inconstitucional! Um ultraje!

Queridos amigos leitores, motorizados ou não. Absurdo é você INFRINGIR a lei e por consequência, ser multado. Um ultraje é você achar que não seja um crime não pagar uma penalidade. Uma empáfia achar que somente por sua cidade ter a maioria da frota do país agirem desta forma, ao invés de dar o exemplo.

Também acho um absurdo algum político ou servidor que usa indevidamente dinheiro e recursos públicos, sejam presos por isso! Vamos prender as pessoas que usam armas, roubar com classe é digno de aplausos e congratulações.

Obs: É imensamente reconfortante você ter de morar num país, que por inadimplência para quitar as infrações, o governo tenha de lançar mão de recursos como esse.