Com essas tragédias envolvendo chuva, Região serrana do RJ e algumas cidades de SP, lembrei que já escrevi sobre o caos e como as cidades estão despreparadas para isso.

Por isso resgato um texto que “escrevi” em 2007 quando deu uma chuva terrível que fechou o túnel rebouças,um dos mais importantes da cidade do Rio.

Desde já, minha solidariedade com os vitimados pela fúria da natureza, desejo, na medida do possível, a mesma leveza de Adoniran Barbosa.

Bem, dando aos caros leitores uma ideia do caos em que se encontra o trânsito da porra minha cidade, e da minha busca pelas minhas raízes musicais, aqui vai uma música bem legal de Adoniran Barbosa…


Adoniran Barbosa – Agüenta A Mão

Não reclama, contra o temporal
Que derrubou teu barracão
Não reclama, agüenta a mão João
Com o Cibide aconteceu coisa pior

Não reclama
Pois a chuva só levou a tua cama
Não reclama
Agüenta a mão, João
Que amanhã tu levanta um barracão muito melhor

Com Cibide coitado
Não te contei
Tinha muita coisa mais no barracão
A enxurrada levou
Seus tamancos e um lampião

E um par de meias
Que era de muita estimação

O Cibide tá que tá dando dó na gente
Anda por aí com uma mão atrás e outra na frente

Pois é… Cada vez mais eu vejo como nós os cidadãos hipócritas, estamos sozinhos nesse mundo de meu deus… E cada vez mais a sensação da política do cada um por si toma conta de todos…