Opa! Blz?
Neste mês venho falar de um carinha inglês de 36 anos (22/02/1974) que canta e compõe como ninguém no mundo da música romântica, e o cara foi até guarda de Sua Majestade. Estou falando de James Blunt.
O cara deu seu ar da graça em 2004 com o álbum “Back to Bedlam“, mas foi só no ano seguinte que ele estourou com o hit-chiclete “You’re Beautiful” (quem não lembra?). Desse mesmo álbum, também ficou marcado com as canções “High”, “Goodbye My Lover” e “Wisemen”.
Em 2007 lança “All the Lost Souls” com as ótimas “1973”, “Same Mistake” e “Carry You Home”, canção essa que fazia parte da trilha internacional da novela “A Favorita”, de 2008.
Em 2009 gravou um dueto com a minha amada e idolatrada Laura Pausini no álbum “Primavera In Antecipo” da italiana, na canção homônima, e ele canta até em italiano, vejam só!
E no final do ano passado lançou seu 3º disco, o ótimo “Some Kind of Trouble”, mais alegre, que ando escutando loucamente. Os destaques são “Stay the Night” e “So Far Gone”.


E eu tive o privilégio de ir a um show do cara, em 2009, no palco do Pepsi On Stage, em Porto Alegre, sendo o único show internacional que fui (por enquanto, espero). Quem ouve James Blunt nas rádios acha que o inglês, só por que é todo romanticão, deve ter um show chatão, mas estão redondamente enganados: o cara tem uma presença de palco incrível e eletrizante, muitas vezes impressionante com suas performances tanto no microfone quanto no piano, e até se jogou no meio do público e saiu correndo, cumprimentando a galera. Um show deveras inesquecível! Eu iria em outro, se tivesse a oportunidade.
Agora, clipes para ouvir e se apaixonar:

You’re Beautiful

Carry You Home

Stay the Nighy

Músicas:

James Blunt – High

James Blunt – 1973

James Blunt – Same Mistake

James Blunt – Superstar

Laura Pausini Ft. James Blunt – Primavera In Anticipo (It Is My Song)

Quer andar de carro velho, amor? Então venha, pois eu sei que amar a pé, amor, é lenha!