No Brasil ele é conhecido como Fones de ouvido, em Portugal Auscultadores ou Auriculares ou ainda Headphones nos países que falam ou não a língua inglesa (depende do quanto as pessoas gostam de demonstrar que é chique… Por obséquio, poderias me emprestar seus digníssimos Headphones? Hein? Fone de ouvidos…).

Os fones de ouvido, no meu pensamento lógico, devem ser derivados diretos do estetoscópio e sempre me vem a seguinte cena à cabeça:

– Hmmm diga 33 pavarotti.

– OOOOOOOOOOOOOOOOOlalalalalalaririririririr o lááááááá…

– Mothafuck()&*¨(&$

Daí então surdo do ouvido esquerdo e com 20% da capacidade auditiva o tal médico pensou que poderia deixar todo mundo surdo num ato de extrema sandice e sede de vingança.

Não sei se muitos lembram, mas o primeiro fone de ouvido que eu me lembro de ter visto em minha vida foram aqueles meio beges, duuuro pra cacete, que se enfiava na orelha e mais parecia um cotonete de tão fundo que ia! Pena eu não ter encontrado uma foto do dito cujo para ilustrar.

E tinha também os véios fones estilo tapa oreia-de-inverno que tinham aqueles troços que pinicavam pra burro. Sair com aquilo no calor era uma desgraça! Além de ficar de fedendo…

Hoje em dia o mundo dos fones está cheio das frescuras, tem fone de silicone, gel, bluetooth, sem falar no tipos tiara, que tem por cima, por trás, pela frente por dentro e tudo o mais!

Mas há uma coisa que me chama a atenção: Muitas das pessoas que eu observo ouvindo seu mp3, discman, walkman, celular, radin de 1 rial e afins, é que na maioria das vezes quem está do lado acaba ouvindo também e isso me lembrou todo saudoso da época em que essas frescuras não eram nada. O bom mesmo era aquele radião gigante no ombro, se ele tinha uns leds colorido e piscantes: Melhor ainda! Aquilo que era sensação! Chegava em qualquer lugar com o radião e já virava sucesso! E de quando em vez dava uma piruetas dançava lambada, se retorcia no ritmo dance ou mandava uns breaks, conforme o ritmo tocado, ahhh isso sim é que era som de qualidade!

E agora aí vai um aviso que vi na minha pesquisa na Wikipédia ( a enciclopédia mais comédia que eu já vi, claro depois da desciclopédia).

É de grande importância que os usuários de fones de ouvido não se exponham por mais de 30 minutos a um ruído de 100dB. Hoje nos ipods, com seus earphones poderosos, chega-se até a 115dB. Vale lembrar que a partir dos 80dB, a cada 5dB adicional, tira-se pela metade o tempo de exposição. Partindo-se de 16 horas com 80dB, você pode calcular o quão poderás ser prejudicial. A exposição constante ao ruído pode causar perda auditiva com surdez e tinitus, ou zumbido nos ouvidos. Isso signfica que um barulho agudo ou algo parecido será apercebido pelo portador de tinitus.( detesto fazer uso do Ctrl+C Ctrl+V mas tá tão bem explicadinho que eu acabaria desvirtuando, como sempre, a informação mais séria deste post :D ).

*Postado originalmente no extinto blog Coçando na Rede em 12/06/07