Oi, meu nome é Vagner, mas pode me chamar de Gilgamesh.
Sou novo aqui e espero que eu seja bem-vindo, hein? Esse é meu 1º post no Blablaismo. =D
Bom, vou falar de um assunto que pouco – quase nada – falei nos interbrogues da vida, que é games. \o/ Até porque eu ando muito afastado desse mundo mesmo. Também, com tanta coisa pra se fazer hoje em dia, e nem Brickgame eu tenho…então eu vou atacar de velharia mesmo, dos tempos de infância e adolescência em que eu vivia mergulhado nos consoles de poucos bits e muitas diversões.

O primeiro game se chama “Metal Warriors”, para Super Nintendo (ou SNES, como queira), o nosso querido 16 bits da Nintendo. Era um jogo em que você escolhe uma das armaduras e sai pra guerra. No modo 1 player, o jogo é casca grossa! Eu nunca passei da segunda fase (=/), mas a grande sensação mesmo era levar um amigo pra locadora (eu não tinha o console em casa, então era assim mesmo) pra jogar um contra o outro. Apesar da armadura Nitro ser a mais usada e a mais balanceada com velocidade, resistência e poder de fogo, a minha favorita era a Prometheus que, apesar de lentona e nem poder voar, era a que mais causava estragos, além de ter a habilidade de criar pontes, “tijolinho por tijolinho” quando se precisava atravessar de uma plataforma para a outra, pra compensar a falta de mobilidade.

E o segundo jogo “chumbo no metal” que eu também era fissurado era “Twisted Metal 2”, para Playstation (o 1º mesmo, de 32 bits), onde você podia escolher um veículo entre 12 dos liberados e 2 secretos, e sair num cenário caçando os oponentes, destruindo-os com tiros de metralhadoras, mísseis e um arsenal de diferentes tipos de explosivos (que se coletava no cenário mesmo), sem contar os especiais que cada veículo possuía. Sem sombra de dúvida, o veículo mais fodão era o Minion (um dos veículos secretos), mas o meu predileto era o Warthog que, apesar de ser lentinho, era o que tinha a maior resistência entre os 12 primeiros e um ótimo poder de fogo.
O game também era complicado pra 1 jogador, já que você precisava, sozinho, derrotar uns 8 outros inimigos em cada fase, mas com certeza o modo 2 players era também de ficar horas jogando, por que você enfrentava, além de seu oponente humano, mais alguns jogadores controlados pela máquina, e era todos contra todos, na maior chacina.
Ah, que infância sadia eu tinha…

E lava derretida e pirâmides astecas na Amazônia, quem curte?