Há várias maneiras de você escrever sobre uma vida. Uma maneira de mostrar a sua mudança de caráter é através de momentos especificos que aconteceram ao longo dos anos.

Por exemplo, eu poderia minha vida com base nas escolas que já estudei. Desde o primário, quando eu tinha uma namoradinha chamada Viviane até a universidade, época em que conheci a Patricia – única agora que até agora me proporcionou algo que eu posso chamar de namoro. Como estudei em 4 escolas em determinada época, daria para perceber como fui moldando meu carater enquanto aluno.

Outro modo a gente encontra em Alta Fidelidade. Livro de cabeceira que mostra como Rob Gordon analisando os principais namoros que ele teve e como isso influenciou ele. É um livro realmente bom e muito bem adaptado no cinema, com John Cusack no papel de Rob Gordon.

Rob Gordon também é o pseudônimo do cara que escreve no Championship Vinyl. O Champ é um dos melhores blogs que existem, devido a qualidade – e humor – dos textos. Claro que não posso revelar o nome verdadeiro do Rob, senão ele me mataria.

E recentemente ele começou uma crônica que vem se mostrando única. Ele está contando a vida dele através das Copas do Mundo. “Ah, mas isso muita gente já fez, Wagner!” você pode me dizer. Sim, já fizeram, mas lembre-se que uma vida é diferente da outra e o modo de contar também.

A epopéia começa com a Copa de 1978, na Argentina e a última parte será sobre a Copa de 2006. Até o momento ele está na Copa de 1982 e confesso aqui que a carga emotiva nesse texto é tão grande que eu fiquei com os olhos marejados.

Então, se você, assim como eu e outros leitores de lá, quer se divertir e se emocionar com uma vida contada em Copas, acesse o Championship Vinyl.