michael_jackson_bad

Michael Jackson dos Jackson 5 se tornou o Michael Jackson sozinho com roupa social e sapatos brilhantes. Trocou a roupa impecável pela jaqueta e a postura Bad.

Mas, o que era ser Bad? Era hipnotizar com sua dança os adversários. Michael Jackson pegou o break da rua e o estilo de mau garoto para influenciar, os bad e os dançarinos de rua. Influenciado pelo estilo bandido, mas sendo um bom cara.

O Bom Marginal. Caricato? Talvez, mas nos fazia crer que aquele cara, que já tinha virado Lobisomem em um clipe, era crível, era real, que realmente ele poderia caminhar pelas ruas e as pessoas enfeitiçadas dançariam exatamente da mesma maneira que em seus vídeos clipes.

É engraçado, lembrar de Moonwalker,em fliperama, que a minha atração preferida era gastar os pontos com a magia para ver o Michael fazer os seus inimigos dançarem. Mas, não se trata só de dança, é uma voz que segue de forma brilhante tal coisa. É como se a batidinha qualquer ao fundo (que na verdade, nunca era qualquer, mas sim composições de trilhas geniais), fosse tudo feito de primeira sem ensaio, como seus gritos (Ru!! Au!! Ihi!! Uhuuuu!! Oooooooh!!!).

Não consigo imaginar, alguém chegando para ele e dizendo: “Outra Michael, esse take não ficou bom”. Não, tudo espontâneo como golpes de Bruce Lee. Isso, Michael Jackson é como Bruce Lee, algo único, imitado, mas incomparável, as cópias não chegam aos seus pés.

Lance o seguinte desafio: Dê sapatos brilhantes que nem os de Michael a qualquer dançarino e peça a ele dar um 360° e parar na ponta dos pés. “Ah?!” Pois, é, Michael, não se cansava de fazer isso. Quebrava a lei da gravidade passeando para trás com seus sapatos brilhantes. Muitos imitam, mas só ele executava o “passo da lua” daquela maneira.

O melhor disco para mim, é o Bad. Só tacada certa naquele disco. As pessoas tentam imputar um embranquecimento de Michael, não só externo, mas interno. Eu discordo, ele sempre valorizou a cultura negra. Ele fez a cultura negra dominar o insosso mundo branco. Não lembra Elvis isso? De um vértice diferente, Elvis era o branco que usou a cultura negra para botar sua coroa na cabeça. Michael Jackson foi o negro que ficou branco para botar a coroa na cabeça dos negros.

O Maior Artista Pop de Todos os Tempos é negro, e muito embora ele tenha que ter sacrificado seu corpo para que, contraditoriamente, fosse mais amado quando era negro. O maior truque de mágica realizado.

Mas, eu vi, eu percebi, mesmo que os motivos tenham sido traumas de infância e doença de pele. Ele conseguiu, e confesso que só agora entendi. Só faltou ele voltar a ser negro. Mas, aí seria quebrar demais as regras da natureza, até para ele quebrador de recordes de todos os tempos.

Michael Jackson descanse em paz.