3 religões diferentes

Os que me conhecem bem sabem do meu pouco apreço por novelas, e como eu terminantemente evito estar perto da tv quando estão passando os folhetins, mas tudo em vão, porque por enquanto meu computador ainda fica na sala e quando eu posso utilizá-lo é justamente a hora da maratona de novelas globais. O interessante dessa vez é que as três novelas da globo estão abordando, cada uma da sua forma, com maior ou menor intensidade, religiões.

Novela das seis: Paraíso

Já começa com o nome sugestivo e aborda principalmente o Catolicismo, mostrando uma luta entre o amor e a devoção, a santinha e o filho do diabo. Mostra também um pouco de fanatismo e as consequências que podem acarretar tal fervor.

Novela das sete: Caras e Bocas

Essa não chega a ser o foco principal mas aborda de forma clara o judaísmo e as pessoas que seguem à risca os preceitos judaicos.
Mostra também a luta do rapaz para matar seus sentimentos para uma moça que é não judia, é arrumado para ele uma noiva judia e ele aceita por querer seguir os costumes e não envergonhar a família, e a moça rejeitada tenta de tudo para mudar essa situação, usando de artimanhas por vezes baixas e canhestras (com o apoio da vilã da trama).

Novela das oito: Caminho das índias

Essa realmente creio que deverá dispensar comentários, mas fala-se basicamente nos conceitos de casta que ainda são muito vivos na Índia. E todo o conflito com o Dalit que se apaixona por uma moça de casta mais elevada e blá blá blá.

Agora me pergunto, seria esse o tempo em que as pessoas estão tão perdidas que até as novelas refletem essa falta de rumo, tentando desesperadamente se agarrar numa religião, ou uma tentativa de mostrar algo mais na superficialidade das relações homem-homem e homem-divino.

Realmente se essa é a intenção dos autores/responsáveis das novelas, eu não sei, mas que é estranha essa “coincidêcia” é.