braco

Como dizem, um bom filho a casa entorna.

E com esse retorno e a demora para tal descobri uma coisa muito interessante sobre minha própria pessoa e que talvez você caro leitor conheça alguém ou seja um: Procrastinador.

Segundo a grande Wikipédia:

Procrastinação é o diferimento ou adiamento de uma ação. Para a pessoa que está procrastinando, isso resulta em stress, sensação de culpa, perda de produtividade e vergonha em relação aos outros, por não cumprir com suas responsabilidades e compromissos. Enquanto é normal que as pessoas procrastinem até um certo ponto, isso se torna um problema quando impede o funcionamento normal das ações. A procrastinação crônica pode ser um sinal de alguma desordem psicológica ou fisiológica.

Pois é, por vezes a procrastinação é confundida com preguiça, tudo bem que a preguiça gera procrastinação, mas é mais profundo do que se imagina e dá muito pano para manga, melhor deixar pra pensar nisso depois.

O pior da procrastinação é quando você está ciente de que amanhã é prova e tem 5 relatórios para entregar no trabalho, e percebe que não estudou durante o mês e nessa semana você não fez um ai no trabalho e por pensar que está ferrado mesmo continua sem fazer, aí meu amigo, bem – vindo à condição crônica. E o pior é gostar!

A procrastinação é tal qual uma substância ilícita ( ou no popular tóchico), começa aos poucos. Primeiro começapor chegar atrasado na sua aula que começa às 7:30, mesmo que você esteja acordado desde as 5:00, só por curtição, só pra ver como é, depois quando menos se espera está chegando atrasado ao próprio enterro.

Em breve, posts mais produtivos e mais descontraídos, tentativas de contos e bobagens. =D

Passar bem.