Ontem foi Dia Mundial da Água. Como é de costume tudo o que tem problema de alguma intensidade, tem um dia para se lembrar ou “comemorar”. Pois bem, temos o dia mundial da água.

Aqui em Rio Claro tivemos um evento com duração de 4 dias para discutir esse tema e comemorar ações ambientais. É  até hipocresia comemorar essa data em Rio Claro, pois é uma cidade que não possui tratamento de esgoto. A água dos rios da região não comemoram essa data.

Coloca-se, também, que podemos salvar esse bem natural com atitudes individuais como fechar a torneira ao escovar os dentes, lavar roupa com a máquina cheia,  não varrer a calçada com o esguicho, etc. E desde quando iremos salvar algo com atitudes individuais? Só quando tivermos uma política pública do país para com esse bem natural é que poderemos salvar algo.

Outra problemática: dizem que teremos uma guerra mundial por esse recurso. É provável, pois a quantidade de água consumida no mundo é alarmante, principalmente quando se fala na indústria. Para produzir 1 litro de Coca-cola é necessário 8 de água. Por que não tomar água em vez de refrigerante? Porque Coca-cola traz felicidade (pela propaganda). Outro aspecto a se considerar é que a água não é um bem distribuído homogenamente pelo globo. Há lugares que têm escassez natural de água e outros que a tem em abundância, mas o Homem se esquece disso.

Deveríamos ter um calendário sem essas datas, quem sabe daí parávamos com essa hipocresia de comemorá-las para lutarmos todos os dias para que todos os seres pudessem ter água ou que qualquer um desses outros dias pudessem de fato serem lutas reais.