Alfredo se viu com um novo modo de pensar na vida. Através da sinuca. Joga sozinho, apenas com seu ipod como companhia.

A mente de Alfredo gira e gira de modo insano, na maioria das vezes. Frases desconexas, jogadas, que precisam ser ordenadas para que se forme algo racional, lógico…

A sinuca é algo lógico e que envolve a emoção. Você simplesmente não pode sair batendo nas bolas a torto e a direito. É preciso carinho, atenção, respeito. E o principal: jogue em silêncio. Deixe o lado racional do cérebro cuidando da partida enquanto o emocional tenta colocar a casa em dia.

A nova vida profissional que se aproxima, a desgraçada que destruiu seu coração, novas escolhas, amigos distantes, a idade que vem, as cobranças que aparecem… Alfredo pensava nisso enquanto jogava. O único som que ele ouvia vinha dos headfones do ipod. Músicas para pensar, independente de serem rápidas, lentas, bem trabalhadas ou simples.

E Alfredo encontrou na sinuca o lugar ideial para pensar. Todo final de semana ele se vai ao clube que é sócio e deixa a mente fluir na mesa. Se vai ser bom, só o tempo dirá.