Prólogo

Ok, são 23:55h de quarta-feira e nada do ônibus até agora. São 416 universitários concentrados em uma praça, esperando os ônibus que irá nos levar para o maior e melhor jogos universitários do Brasil-il-il! Muitos estão bebendo, outros conversando: todos animados. Me incluo nessa também. Faltam 5 minutos para a meia-noite e o combinado era sair daqui meia-noite. Mas sem crise, um pequeno atraso pode acontecer.

***

Ae pessoal, já são 00:05h de quinta e nada do busão. Nem uma leve figura no horizonte. É um pequeno atraso e coloca mais cerveja no meu caneco. Alias, esse caneco rosa é horrível! A comissão deveria ter feito daquele plástico transparente, igual ao do ano passado, lembra? Alguém jogou cerveja, pois senti uns pingos…

***

00:40h e nada desse busão… opa, peraí, já chegando! Tá chegando! Tá cheg… só quatro?!?! Cadê os outros?! E espero que seja o 02! É o 02? É o 02? Não… é o 08, 05, 06 e 01. Caracas, começou a chover mesmo! Ainda bem que está uma chuvisco leve e estamos embaixo dessa árvore. Acabou as cervejas? Bem, vou aliviar a bexiga ali naquele canto e volto logo.

***

P**a que p***u, são 01:00h e só agora que o 02 chega?!? Uma hora de atraso… e a chuva começou a apertar… maravilha! Começamos bem! Vamos, vamos, vamos guardar as malas! Uhuuu! Peraí, motô, vou só descarregar novamente a bexiga, já que no ônibus não tem banheiro. Vou dormir na viagem, assim recarrego a bateria para esses três dias de farra! Acelera aí, motorista!