Com Mônica, venda da Playboy duplica no Congresso
A banca da chapelaria do Congresso Nacional já vendeu 40 exemplares da revista Playboy de outubro, que traz na capa a jornalista Mônica Veloso, protagonista do primeiro processo do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Normalmente, a banca recebe apenas 20 exemplares por mês. Desta vez, no entanto, foram encomendadas 100 revistas.

Senadores elogiam fotos de Mônica Veloso nua

Enquanto fazia comentários sobre as fotos da jornalista Mônica Veloso, o senador Garibaldi Alves (PMDB-RN) foi interrompido pelo colega Adelmir Santana (Democratas-DF), que pegou a revista nas mãos e, depois de uma rápida olhada, afirmou: “é muito gostosa mesmo. Está tudo aqui“.
(…)
O senador Heráclito (Fortes, do Democratas do Piauí) é que tinha razão. Era melhor esperar para ver se valia a pena a provação que o senador Renan está passando“, comentou o senador Garibaldi Alves (PMDB-RN), sobre a edição da revista.
(…)
“Ela é bonita, claro. E demais”, conclui Alves. “Vou comprar uma para mim antes que acabe“, acrescentou. Heráclito Fortes, por sua vez, preferiu não fazer comentários sobre a revista. “Vou ver em casa com calma“, disse.
(…)
O polêmico deputado Clodovil Hernandes (PR-SP) preferiu evitar comentários sobre as fotos de Mônica Veloso. “Não vi e não me interessa participar da intimidade do senador Renan“, comentou.

Com certeza as vendas seriam maiores se tivesse como brinde um dvd pirata do filme Tropa de Elite. Segundo boatos, os banheiros masculinos do Congresso nunca foram tão utilizados como agora.

E não dúvido nada se o Garibaldi chegar no Renan, dar aquele tapinha esperto na costa dele e falar: Rapaz, mas tu ‘tava’ comendo bem, hein!

O irônico foi o repórter, que achou que o Clodovil tinha visto as fotos… ou alguma outra Playboy.