Ok, podemos dizer que é possivel dividir, em duas partes, várias coisas na nossa vida. Cara e coroa, bem e mal, esquerda e direita, alma e corpo… a lista é longa. Mas será que é possível dividir a nossa essência, ou seja, o quanto somos emoção e razão?
Acredito que não seja possível, pois é muito subjetivo, muito circunstancial. Ou seja, depende muito do momento.

Algumas situações exigem mais racionalidade, outras, emoções. Exemplificando: em um teste de matemática a racionalidade fala mais alto. Compor uma música pede mais emoções.

Assim sendo, como posso quantificar a minha racionalidade/emoções? O simples fato de tentar quantificar mostra que, no momento, estaria sendo mais racional. Seria um cálculo errado. Por isso, ao invés de tentar quantificar, procure qualificar.


Esse é o primeiro Entre Blogs que eu estou realizando. Para quem não sabe o que é isso, clique aqui. E para saber qual texto originou este, clique aqui.