O drive in é uma evolução da moita.

Cheguei nessa conclusão hoje. Antes que alguem aí já comece a achar que eu fui em um, deixe eu terminar de explicar o porque desse pensamento.

Estava eu esperando o semáforo acender a luz verde, para que eu pudesse continuar o meu caminho, quando um garoto veio e me entregou um desses folhetos que eles entregam em semáforos.

No momento eu nem prestei atenção. Só depois que estacionei é que eu vi o que realmente era a propaganda. Era de um drive-in. Tirando os erros de português, o panfleto me fez rir.

O nome do lugar, Namoródromo, me fez lembrar o que o pessoal do Jacaré Banguela sempre escreve: “faculdade de publicidade é para os fracos”. Outra coisa que me chamou a atenção é o tal box exclusivo para motos. Como assim, para motos? Haja equilibrio, hein. Provavelmente, só pode usar os profissionais nessa modalidade.

Outra coisa que achei engraçada foi um tal de box individual. Vai ver que serve para os praticantes assíduos do onanismo, ou para quando você quiser variar o ambiente. Sair daquela rota banheiro-quarto.

O panfleto ainda cita que os boxes possuem duchas higiênicas. A primeira coisa que me veio a cabeça são aqueles chuveiros que os clubes pedem para você usar antes de entrar na piscina. E eles não são nada higiênicos.

Pena que não tenho scanner. Gostaria muito de mostrar o panfleto para vocês.