Pessoal, me respondam com sinceridade: quantas bandas de rock nacional, após um cd acústico, conseguiram lançar um CD que fosse muito melhor do que o acústico? Se fôssemos procurar, poderíamos encontrar algumas.
Agora eu deixo a pergunta mais difícil: quantas bandas de rock nacional que são consideradas mainstream conseguiram tal façanha?

Pois eu me arrisco a dizer que o Ira! é a única banda que conseguiu tal façanha. Depois de um bom acústico, fomos brindados com um excelente cd plugado.

Invisível DJ é o 13º cd já lançado pelo Ira! Uma pegada mais rock que é característico da banda, além de músicas bem escritas que grudam suas mentes. E como sempre as letras falam de problemas sociais, sem parecer panfletista, e tem também letras românticas sem parecer piegas.

Musicas como Invisivel DJ (faixa-título), A Saga e O Candidato fazem referências a nossa sociedade. A romântica Eu Vou Tentar e Culto de Amor são excelentes para você dedicar para alguem que você esteja gostando. Um detalhe legal é que Eu Vou Tentar foi escrita por Rodrigo Koala (Hateen).

Mariana foi pro Mar, outra faixa, é uma música que tem excelente trabalho de violão e fala de uma forma legal sobre uma mulher que se recupera após uma desilusão amorosa. Impossível não cantar junto.

E tem duas surpresas nesse cd! A excelente Feito Gente e La Lluna Lena. Feito Gente é um clássico do rock nacional, composta em 1970 por Walter Franco. A música é igual ao arranjo original, mas qualquer um se espanta com o rock – quase um hard rock – que ela ela ganhou. E é interessante ver Nasi cantando em espanhol na faixa La Lluna Lena, que fecha o cd em grande estilo.

Enfim, é um dos melhores lançamentos desse ano, quiça o melhor! Excelente exemplo para mostrar para essas bandas nacionais “ditas” roqueira (que após um acústico acabam lançando um cd medíocre) como realmente se faz um cd de rock!


Atualização de última hora
Como o Art lembrou, nos comentários desse texto, tem uma banda que conseguiu lançar um excelente cd após um acústico: Nenhum de Nós. Mas o NdN é uma rara excessão, pois eles conseguiram lançar DOIS excelentes acústicos! Obrigado por lembrar, Art!