A Iaiá, do Se conselho fosse bom, me convidou para fazer um texto de como eu vejo os Sete Pecados Capitais. Antes de continuar, só gostaria de fazer um comentário: é estranho como sempre lembramos dos sete pecados, mas não nos lembramos das sete virtudes.

Voltando ao assunto, resolvi aceitar o convite e fazer o texto sobre como eu vejo os pecados capitais. Melhor que isso: resolvi entrevistá-los.

Só para lembrar quais são os Sete Pecados Capitais: Arrogância, Inveja, Ira, Preguiça, Avareza, Gula e Luxúria.


Na minha pesquisa, e para a minha sorte, descobri que Avareza e Luxúria são casados. Ao chegar, percebi que a casa é grande, porém de arquitetura simples.

Sou recepcionado pela Luxúria. Ela lembra uma dessas socialites que aparecem no programa do Amaury Jr.

Luxúria: Entre, não seja tímido. Estamos muito animado com essa entrevista e… Você não tinha uma roupa melhor? A sua está tão… tão… pobre e simples! Não repare na aparência simples de nossa casa. Já foi difícil fazer com que meu marido Avareza comprasse essa.
Eu: Isso prova a frase: os opostos se atraem…
L: O que você disse?
E: Nada não, apenas pensei alto.
L: Ahhh.

Quando entrei, o contraste com o exterior da casa é berrante. É quase um palácio! Sem querer, disse “uau”.
L: Foi difícil convencer aquele velho avarento a ter, pelo menos, o interior da casa elegante.

Encontro Avareza em seu escritório, contando dinheiro. Sua roupa era simples e em tons escuro. Total contraste com Luxúria.

Avareza: O que você quer? Seja rápido, pois tempo é dinheiro.
E: Bem, eu só queria saber como é ser Avareza nos tempos atuais. E também como é ser Luxúria.
A: É complicado. Agora com essa onda de neoliberalismo, esquerdismo e blábláblá. Sinto falta da época do mercantilismo.
E: Mas ainda existe a acumulação de capitais…
A: Mas não é como antes. E ponto final.
E: Certo… E com a senhora, Luxúria. Como é ser Luxúria atualmente.
L: Ahhhhh é o must! As pessoas gastam, se mostram, é maravilhoso. É só ver como as pessoas gostam de ostentar seus poderes aquisitivos. Isso me fez lembrar de um casaco de pele lindíssimo que eu usei numa viagem para Paris, junto com a Inveja. Aliás, ela ficou com mais inveja ainda. Mas o Avareza só ficava reclamando o tempo todo e…
A: Claro, você gastava todo meu dinheiro! Você não sabe o suor que foi para acumular ele e…
L: Lá vem você novamente…

E foi iniciada uma discussão. Como vi que o papo ali não iria render nada, resolvi sair e ir para meu próximo alvo: Preguiça.

Continua…

PS.: Tudo isso é fruto de minha mente quase, mas não completamente, criativa. Qualquer semelhança com a vida real é total coincidência.